O primeiro prêmio que conquistei, aos 21 anos de idade, foi o primeiro lugar no Concurso de Monografias promovido pelo Departamento Regional do Serviço Social da Indústria (Sesi) em Goiás, em 1971. Quando organizava meu currículo, estive naquele Departamento para obter uma declaração a respeito, para comprovação, e não me foi possível consegui-la.

Ao organizar o material que tenho guardado em casa encontrei um exemplar da edição nº 1, referente a janeiro de 1972, do boletim "Cerninho", do Consórcio de Empresas de Radiodifusão e Notícias do Estado (CERNE), empresa onde comecei profissionalmente, na então Agência Goiana de Notícias (AGN). Agora, posso comprovar esse resultado.

Veja o registro:

 

REPORTAGEM

Jornalista do CERNE ganha prêmio do Sesi

O jornalista Jales Rodrigues Naves, 21 anos, redator da AGN e quartanista do Curso de Jornalismo do Instituto de Ciências Humanas e Letras da Universidade Federal de Goiás, foi o grande vencedor do Concurso de Monografias instituído pelo Departamento Regional do Sesi.

Com sua vitória, recebeu, no dia 30 de dezembro passado, o Prêmio “Antônio Ferreira Pacheco”, no valor de dois mil cruzeiros. O concurso abordou o tema “A industrialização e as atividades do Sesi como fatores de desenvolvimento” e destinou-se a estudantes de nível universitário.

Funcionário exemplar

Já com passagens por todos os jornais desta Capital (hoje está em “O Popular”), nos quais sempre se destacou, o jornalista Jales Rodrigues Naves, que pretende seguir no final do ano para o Rio, estagiar, está na Agência Goiana de Notícias (AGN) do CERNE desde setembro de 1967. Entrou como repórter, passou em setembro de 1969 para redator-auxiliar e agora é redator, funções exercidas com invulgar competência.

"Bom redator, ele é um funcionário exemplar”, disse o diretor da AGN, Sr. José Osório, também presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais.

Agora, caso hajam modificações no quadro da AGN, poderá vir a ocupar o cargo de Secretário de Redação, função que ali já exerce, dentro do esquema jornalístico, apesar de ainda não constar na estrutura da Agência.

Deixe uma resposta

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.