Recortes mostram dinâmica imprimida na entidade entre 1985 e 1991 e outros registros sobre o Presidente da AGI desse período

Ao completar 50 anos de Jornalismo, decidi organizar algum material sobre a minha formação profissional, a passagem pela Universidade Federal de Goiás, e os recortes de jornais de duas gestões da Associação Goiana de Imprensa (AGI), quando a presidi. Aproveitei para juntar os registros do período, de quando comecei profissionalmente, no Consórcio de Empresas de Radiodifusão e Notícias do Estado (CERNE), e os completei com a comemoração dos 45 anos de formatura em Jornalismo pela UFG, em 2017.

Os fatos anotados, de uma certa forma, tem relação entre si: os recortes de jornais, em especial, procuram evidenciar duas gestões na AGI, de 1985 a 1988 e de 1988 a 1991, quando a entidade conheceu uma dinâmica nova, com muitas iniciativas, que resgataram o papel da Associação, valorizaram o trabalho do profissional da imprensa e movimentaram o cenário sociopolítico.

Duas grandes iniciativas do período foram o “Prêmio AGI de Jornalismo” e o “Projeto Goiás”. O concurso teve como objetivo central estimular a participação dos jornalistas na entidade, que sempre foi aberta aos segmentos afins, constituindo-se num instrumento da sociedade e não exclusivamente dos profissionais da redação. Com o segundo, a Associação realçou o seu papel de liderança, ao esboçar uma proposta de união de todos os goianos em prol do Estado, a partir da discussão dos problemas e da definição de uma pauta comum. A entidade reassumiu essa função de aglutinar para somar por Goiás.

Estes registros procuram dessa essa visão do conjunto que representaram as muitas iniciativas. Alguns recortes se perderam ao longo do tempo e o que foi possível juntar evidencia uma parte das realizações. Por isso, a preocupação em oferecer, aos interessados, essa mostra representativa desses anos.

Eis, pois, a pasta de recortes de jornais, com muitas informações da AGI e do presidente dessas duas gestões:

A pasta, no formato pdf também pode ser baixada aqui.

Deixe uma resposta

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.