Já comecei a escrever a história do Cooperativismo de Crédito em Goiás, que ressurgiu nos anos 1980, conquistou espaço e consolidou a sua posição no mercado nesse curto período de 30 anos, que é um prazo realmente muito pequeno diante das ações realizadas. Fruto de um trabalho profissional, sério, articulado, muito fiscalizado e que tem mostrado serviços ao seu quadro social.

Ao mesmo tempo, comecei também a escrever a história de cada Cooperativa filiada do Sicoob Goiás Central. Cada uma contribuiu, de uma forma, para a sedimentação dessa trajetória, somando para dar a dimensão que o sistema tem hoje em Goiás.

Abaixo, um pouco da história da primeira Cooperativa de Crédito que escrevi já pensando no livro. Pretendo ir contando como cada uma se organizou e repassar aos leitores.

Sicoob Secovicred

Uma gestão criativa, que capta oportunidades, investe na qualificação dos serviços que presta e capacita os recursos humanos para melhor atendimento ao seu quadro social, aCooperativa de Crédito dos Empresários do Secovi-GO e dos Servidores Públicos do Estado de Goiás Ltda. (Sicoob Secovicred), com sede em Goiânia, vem se destacando pelo trabalho e pela ousadia. Tão logo foi criada, investiu 20% de seu capital social, então de 220 mil reais, num programa que gerenciava a cobrança para as empresas imobiliárias e condomínios; projeto considerado, para os críticos, de alto risco, logo se mostrou necessário para os dois segmentos que acolhia de início, na emissão e cobrança de boletos, e rentável, gerando receitas que consolidaram a sua posição na área. Atualmente, recebe 1,5 milhão de boletos/ano, o que possibilita a cobertura de seus custos operacionais e propicia aos seus cooperados tarifas e taxas de juros menores que os praticados no mercado financeiro.

Situada entre as melhores Cooperativas de Crédito goianas, o Sicoob Secovicred pretende inovar neste 2016: adquiriu uma área de 800m² em prédio comercial numa região central, o Setor Bueno, em Goiânia, onde vai instalar o seu Centro Administrativo, com espaço para Diretoria, Superintendências e demais atividades. Vai concentrar todo o trabalho administrativo num único ambiente e a parte de finanças e negócios nos quatro Pontos de Atendimento ao Cooperado (PACs) da cidade, incrementando o apoio ao seu quadro social. Em dezembro de 2015 registrou um Ativo Circulante de 165 milhões de reais (R$ 120 milhões em depósitos e R$ 45 milhões de Patrimônio Líquido), 3.470 cooperados e 78 empregados. Das 500 empresas imobiliárias, em torno de 400 participam da Cooperativa.

No campo social, uma atitude de cidadania: a Prefeitura de Goiânia estava pressionando o programa Terra Fértil  que presta serviços de prevenção, desintoxicação e ressocialização dos chamados ‘meninos de rua’  a fazer adequações em suas unidades assistenciais, no Parque Santa Cruz, mas a instituição não tem condições financeiras para arcar com essa reforma. Desesperados, seus dirigentes procuraram o Sicoob Secovicred, que já apóia as suas atividades, e novamente pediram ajuda, sendo prontamente atendidos. Com a parceria de empresários da área e aplicando recursos do Fates, foram feitos os ajustes cobrados e a entidade, com mais segurança, dá continuidade ao importante trabalho social que realiza, de atendimento a 250 crianças e adolescentes vítimas de maus tratos, violências e uso de drogas. Mantém 22 unidades de atendimento: duas de Acolhimento Institucional (Casas Lares), cinco de Ação Comunitária (PETI) e 15 de Educação Infantil. E ainda oferece à comunidade espaço para atendimento a idosos e mulheres.

Como começou

Tudo começou no primeiro semestre de 2004, quando o Sicoob Engecred-GO convidou os dirigentes do Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis e dos Condomínios Horizontes, Verticais e de Edifícios Residenciais e Comerciais no Estado de Goiás (Secovi-GO) para uma reunião sobre Cooperativismo de Crédito; a intenção era atrair as empresas do setor. O interesse logo se evidenciou, porém os empresários do segmento imobiliário de Goiânia e os administradores de condomínios decidiram aprofundar a discussão e já pensar numa instituição deles, segmentada, como era a tendência na época, no intuito de ter acesso a linhas de crédito mais vantajosas e tarifas reduzidas. Primeiro, procuraram o Sebrae-GO, para contratar uma consultoria para desenvolver o projeto de constituição; depois, estiveram no Sicoob Goiás Central buscando orientações sobre estrutura, funcionamento etc.

Os dados existentes eram positivos, evidenciando a viabilidade da iniciativa: 500 empresas imobiliárias, das quais 90% eram micro e pequenas, com necessidades de crédito e que não encontravam facilidades, devido às elevadas taxas e tarifas, e 3.500 condomínios, igualmente sem acesso a linhas de crédito para atividades como reforma de fachada, aquisição de elevadores etc.

Marcelo Baiocchi Carneiro

Criada como Cooperativa de Crédito dos Empresários do Secovi–GO Ltda. (Secovicred) em 20 de junho de 2005, encaminhou a documentação ao Banco Central, para análise, quando foram informados que o trâmite iria demorar. No período, decidiram criar a sua poupança, reunindo em torno de 50 empresas que foram depositando R$ 200,00 numa conta na CEF. Quando foi liberada a autorização de funcionamento, seis meses depois, em 24 de novembro, o valor estava em R$ 220 mil, mas decidiram não começar naquele final de ano, para evitar o prejuízo natural em todo início de atividades financeiras, e providenciaram tudo para iniciá-la em janeiro de 2006. O Secovi-GO cedeu um imóvel para instalar a sede, na Rua 104, Setor Sul, foi feita a adaptação, adquirido o mobiliário e equipamentos e tudo ficou pronta para começar a funcionar, o que efetivamente aconteceu no dia 2 de janeiro de 2006.  “Queríamos resultado positivo já no primeiro ano e conseguimos, de 42 mil reais”, disse o presidente Marcelo Baiocchi Carneiro, que dirige a instituição desde a sua fundação.

Cooperativa de Crédito segmentada, a primeira do Brasil reunindo inicialmente apenas as empresas imobiliárias e os condomínios de Goiânia, o Sicoob Secovicred conquistou a livre admissão, abrindo-se à sociedade. Desde o início procurou corresponder às expectativas de seu quadro social, implantando serviços essenciais: carteiras de cobrança, aluguel, loteamentos, recebimento de taxas condominiais etc. Alguns produtos atraíam outros e foram ampliando o leque de produtos e serviços bancários, proporcionando soluções financeiras e crescimento patrimonial a todos os cooperados. Em 2015 destinou quase 10 milhões de reais aos cooperados, ao longo do ano, com taxas especiais, e com as sobras do final do exercício.

Instrumento de fomento ao desenvolvimento do crédito e serviços, em seu início restrita apenas aos ramos imobiliário e condominial, no dia 1º de novembro de 2012 a Cooperativa decidiu, por solicitação do Sicoob Goiás Central, dar sua contribuição a uma co-irmã que estava em dificuldades: incorporou a Cooperativa de Crédito dos Servidores Públicos do Estado de Goiás na Região Metropolitana de Goiânia Ltda. (Sicoob Servcred-GO), criada em 10 de agosto de 2005 e que tinha 538 cooperados em 2009. Com a iniciativa, aumentou seu quadro social e abriu espaço para melhor atender os funcionários estaduais, passando a atuar com crédito consignado.

PS às 20:19:49 02/27/2016 – Logo após a publicação da postagem, recebi um e-mail do Marcelo Baiocchi, que reproduzo aqui:

“Prezado Jales,

Parabenizo pelo belo trabalho de escrever a história do cooperativismo de crédito em Goiás e a direção da nossa central em contratá-lo.
Um segmento que não tem história, não tem futuro, precisamos saber honrar e respeitar os que nos antecederam.
Estou ansioso para ver este trabalho concluído e conhecer mais desta história.
Bom trabalho e que Deus o abençoe com sabedoria.”

Marcelo Baiocchi Carneiro.

One thought on “Os bons exemplos do Cooperativismo de Crédito em Goiás

  1. Parabéns amigo Marcelo Baiochi pela brilhante trajetória da Sicoob Secovicred, que se parece muito com a sua própria vida. Permeadas pela inteligência, competência e sonho… Acreditando que podemos fazer diferente.

    Grande Jales, como bom contador de histórias que inspiram, aí vem mais um capítulo. Podem se preparar aí vem história boa do cooperativismo de crédito. Não deixe de visitar as páginas da nossa história da Credseguro, esse outro bom testemunho do seguimento.

    Abraço a todos

Deixe uma resposta

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.