Jales Naves e Fátima Rosa Naves, FacCidade, Aparecida de Goiânia

FacCidade começa aulas no dia 26 e ganha livros para sua biblioteca, que também vai atender a comunidade

Jales Naves e Fátima Rosa Naves na FacCidade, de Aparecida de Goiânia

A Faculdade Cidade, de Aparecida de Goiânia, já devidamente autorizada pelo Ministério da Educação, começa as atividades escolares neste mês de fevereiro, inicialmente oferecendo dois cursos superiores, Pedagogia e Serviço Social, e com dois outros com a documentação sendo organizada. A instituição, que fica na Av. Chile, Quadra 41, Lote 10, no Jardim Belo Horizonte, está com as inscrições abertas, e as aulas começam no dia 26, quando haverá acolhimento aos calouros e uma palestra sobre tema atual, já favorecendo a reflexão no primeiro dia letivo.

Entusiasta da educação e praticamente a vida toda dedicada à área, ultimamente como avaliadora de cursos pelo MEC, quando visitou unidades de ensino superior por todo o país, a professora Fátima Rosa Naves já tomou todas as providências para o início de seu novo projeto, e está otimista com a procura. A Faculdade fica próxima ao centro da cidade.

Primeira visita

Na manhã do dia 19 de janeiro a FacCidade recebeu a visita do jornalista Jales Naves, que foi conhecer o empreendimento e levar sua contribuição para o êxito da instituição: 142 títulos para sua biblioteca, sendo 51 livros didáticos e obras literárias, como as de Jorge Amado e Augusto Boal; 25 revistas temáticas de instituições de ensino superior e entidades; 17 trabalhos sobre assuntos diversos, como programa de Mestrado, Turismo, bolsas de estudo, avaliação de atividades na área de saúde, Códigos de Defesa do Consumidor e do Trânsito etc.; 23 obras sobre políticas educacionais, patrimônio cultural e questões de saúde (série da revista ‘IstoÉ”; combate às drogas etc); 15 edições do “Jornal Opção”, de 2006 e 2007; e 11 edições do ‘Suplemento do Campo’, do jornal “O Popular”, também de 2006 e 2007.

Dentre as obras didáticas, muitas que foram utilizadas pelas professoras Heloísa Machado Naves e Laís Aparecida Machado, que lecionaram em instituições de ensino superior as disciplinas ‘Lógica’, ‘Metodologia do Trabalho Intelectual’, ‘Biologia Educacional’ e ‘História’, além de exemplar do livro “De Meia Ponte a Pirenópolis – Cuidando do Patrimônio Cultural”, dos professores Laís Machado e Jézus Marco de Ataídes. Fátima Rosa conheceu o trabalho das duas mestres, agradeceu a gentileza “da doação de tão preciosas contribuições” e disse que o material já enriquece a biblioteca da instituição.

Jales Naves levou suas duas obras: “Otávio Lage – Empreendedor, Político, Inovador”, de 2014, e “Cooperativismo de Crédito – Sua história em Goiás e seu protagonismo no Brasil”, esta em parceria com o advogado tributarista Jales Naves Júnior, de 2016, e o livro “Contribuição à História da Imprensa Goiana”, de José Lobo, de 1949 e que ganhou nova publicação pela Editora Naves, como parte das comemorações dos 45 anos de formatura da segunda turma do Curso de Jornalismo da Universidade Federal de Goiás, em 2017.

 Jales autografa seus livros para a biblioteca da FacCidade

Jales autografa seus livros para a biblioteca da FacCidade

Segunda visita

Numa segunda visita, no dia 2 deste mês, Jales sugeriu que a biblioteca seja aberta à comunidade vizinha e o convite à Academia Goiana de Letras e outras entidades da área para participar da abertura desse espaço à vizinhança, o que já está sendo analisado pela direção da Faculdade, que só agora abre suas portas. A boa notícia é que a instituição já conta com mais de mil títulos para serem consultados e apreciados.

O jornalista levou mais 207 títulos, sendo 26 livros; 25 coleções, cadernos e documentos; seis revistas temáticas, dentre as quais dois livros intitulados “Memórias Goianas”, v. 13 e 14, com relatórios dos Governos da Província de Goiás, de 1880 a 1889; revistas noticiosas, sendo 40 edições de “Veja”, da Editora Abril, de 2013 a 2015, 27 da “Época”, da Ed. Globo, de 2013 e 2014, e 27 edições da “National Geographic – Brasil”, de 2010 a 2018, e 28 revistas diversas; livros e documentos sobre Cooperativismo de Crédito, como as obras “Rumos do Cooperativismo Financeiro no Brasil – Diagnóstico, oportunidades e desafios”, de Abelardo Duarte Melo Sobrinho e Marden Marques Soares, e “Fortalecimento da Governança Cooperativa no Brasil (Pesquisa Governança em Cooperativas de Crédito 2013/2014)”, do Departamento de Supervisão de Cooperativas e de Instituições Não Bancárias do Banco Central do Brasil, além dos censos de 2010 e 2015 do Cooperativismo goiano, publicados pelo Sindicato e Organização das Cooperativas Brasileiras no Estado de Goiás (OCB-GO) e Sescoop-GO, e 11 edições da revista “Sicoob”.

Dentre os 26 livros, Cenas de um casamento sueco”, de Ingmar Bergman; “Cuba hoje – 29 anos de Revolução”, de Jorge Escosteguy, de 1978; “Conexão Manhattan – Crônicas da Big Apple”, de Lucas Mendes; “Hamlet”, de William Shakespeare;e “Memórias de nossa gente”, volume II, organizado pelo médico e escritor Hélio Moreira, com publicação do Instituto Cultural Sicoob UniCentro Brasileira.

Deixe uma resposta

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.