Três atividades – política, religiosa e familiar – marcaram, de forma singular, a vida de José Rodrigues Naves Júnior, mineiro de Araguari. Franzino, sem instrução e sem profissão, ele mudou-se em 1935, aos 20 anos, para a Goiânia que nascia, e soube construir uma vida rica em amizades e em realizações. Ele se comportou, nos 60 anos que se seguiram, de forma exemplar: primou sua conduta pela honestidade de princípios; pela sinceridade no relacionamento com as pessoas; e pela defesa de suas convicções, como municipalista, católico praticante e um acentuado espírito de solidariedade com os socialmente excluídos.

Dedicou-se primeiro ao povoado de São Geraldo, que resultou, por sua luta sem tréguas, no município de Goianira, GO; e depois ao bairro de Campinas, para onde se mudou em 1951 e viveu até 1995, quando faleceu.

Político por opção, vocação e insistência dos amigos e pessoas simples que buscavam nele o amparo em suas lutas, foi de uma escola hoje considerada superada: sempre viu à sua frente o bem comum e a luta em defesa de causas relevantes. Zé Navinho, como era tratado carinhosamente, atuou na oposição, colecionou amigos e teve uma militância político-partidária irrepreensível. Honrou a atividade política e soube se conduzir com respeito e ser respeitado, por correligionários e por adversários.

Concluiu apenas o primário, mas foi tratado, durante toda a sua vida, como um mestre, pelos seus conhecimentos e pelas atividades que exerceu. Não se preocupou em acumular riquezas materiais, apenas em servir, na política e na atividade religiosa, sobressaindo-se como um dedicado vicentino.

No distrito de São Geraldo, onde se instalou em 1936, casou-se com Maria Luiza Naves, trindadense, que foi Sub Prefeita de Goianira e o ajudou em seu trabalho político.

Eles tiveram nove filhos: José Osório, Raulindo, Maria Aparecida, Elvira Luiza, Sevan, Jales, Fátima Rosa, Regina Cândida e Eliza Mônica. Foi vereador em Goiânia, pela UDN, por quatro mandatos seguidos, a partir de 1947, e Prefeito de Goianira.

Fonte: Livro “Campininha das Flores: Biografias & Ensaios“, organizado pelo escritor Antônio Moreira. Goiânia, Editora Kelps, 2011, p.314.

Deixe uma resposta

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados.